Como é bom dividir a esposa!

Nosso casamento sempre foi bom e bem apimentado. Transamos frequentemente quase todos os dias e com muita intensidade. Mas faltava algo em nosso casamento, mas alguém para transar com a gente. Minha esposa apesar de ser fogosa na cama era muito recatada quando o assunto é ser liberal. Quando percebi essa vontade de ter mais um com a gente eu comecei a trabalhar a cabeça dela. No começo introduzi alguns filmes onde na maioria das cenas continham dois homens e uma mulher. Daí comecei a perceber que poderia rolar algo pois no decorrer do filme após as primeira cenas com dois homens e uma mulher eu já começava a tocá-la e percebia que sua bucetinha estava totalmente encharcada.

É claro que não aguentava e socava bem gostoso nela. Ah! Sobre minha esposa, é morena de cabelos cacheados com 1,68 mts , 58 kg , com bumbum bem grande em relação ao seu tamanho que chama atenção por onde passa com quando coloca calça apertada, seios médios e bucetinha meio apertada com um pouco de pelos pois não gosto que depile,prefiro com um pouco de pelos. Mas que é bem limpinha e cheirosa. Na cama ela ama chupar um cacete até que eu goze em sua boquinha ao ponto de continuar mamando com a porra na boca e cuspindo no pau para chupar novamente. Quem a vê no dia a dia jamais imaginaria que aquela mulher recatada fosse uma puta profissional na cama.Voltando ao assunto, então fui intensificando os filmes até que um dia comprei um vibrador para brincarmos um pouco. Ela a princípio não gostou muito mas foi se entusiasmando quando colocava o vibro na sua buceta encharcada e metia a língua no seu grelo. Ou enquanto de quatro mamava meu cacete e o enviava na sua buceta. Como ela goza nessas situações, um escândalo! Foi nesses momentos em que entrou o amigo imaginário na transa. Enquanto enviava metia nela e dava o vibro na sua boquinha eu falava ao pé do ouvido dela: sua safada, mama a rola do seu amante. Imagina como a buceta dela ficava molhada. Agora dobra isso. Percebi que o caminho estava aberto, só faltava efetivar. Mas como?? Tínhamos marcado uma viagem para São Paulo e pensei comigo: essa vai ser a oportunidade. Viajamos nos meados de maio para lá e na primeira noite que passamos lá transamos bem gostoso com muitas das narrativas acima. Dentre tudo isso falei com ela: amanhã quero que vc coloque aquela sua calça apertada branca mas com uma calcinha preta fio dental sua. Quero ver como os homens vão se comportar ao vê-la assim. Ela me disse: Será que eles vão gostar?? Acho que não, né?? Disse então: safada, vc sabe que sim. Dormimos, acordamos e passamos o dia até que chegou a noite. Chegou a hr de sair para a noite. Falei com ela: lembra do combinado, né? Ela só balançou a cabeça e foi se arrumar. Depois do banho lá vem ela toda cheirosa e com aquela calça branca com a calcinha preta fio dental por baixa que ficava evidente para quem visse. Saímos do hotel e fomos tomar algo e comer alguma coisa. É óbvio que os olhares masculinos se voltavam para aquela bunda e que muitos ficaram com vontade louca de comer minha mulher. Ela safada e percebendo tudo me dizia: olha como eles olham amor. Eu dizia: até eu olharia e tentaria dar uma cantada em vc, rindo posteriormente. Sentia que só faltava o drink para que ela enfim realizasse o meu desejo. Sentamos no restaurante , comemos algo e tomamos algumas bebidas, nada para embebedar visto que não temos esse hábito. Mas que com certeza a deixou mais alegrezinha. Saímos do restaurante e fomos caminhando. Sempre com os olhares dos homens que passavam. Até que passou um rapaz com aparência de pouco mais de 35 anos e ela o encarou. Senti que era a hora e então falei: amor, gostou do rapaz?? Ela meio desconcertada , disse: não, só achei com alguém parecido. Mas ele é bonito, porque??…Falei então: ah amor!! para com isso. Sei que vc gostou do rapaz. Ainda mais que ele não tirou o olho de vc. Vc teria coragem de trepar com ele?? Ela disse: o que vc acha?? Eu disse: acho que sim?? Porque vc não vai conversar com ele antes que ele suma?? Ela: amor, é sério?? vc quer que eu transe com ele?? Respondi: seria uma boa se vc e ele toparem. Vamos apimentar nosso casamento e além de tudo com certeza ele não nos conhece e não vai nos ver outra vez. Ela: aí , tô com medo mas tô com vontade. Falei: vai lá, corre e conversar com ele. Conforme a conversa, se vc gostar, vc me chama. Daqui à pouco lá vem ela ao meu encontro. Pensei: não vai rolar. Ela chega e fala: amor vamos lá beber alguma coisa com ele. Opa! Acho que vai rolar, pensei. Fomos a um bar , sentamos, tomamos algo e batemos um bom papo. No decorrer da conversa falamos muito de sexo e via que minha esposa estava super empolgada. Num determinado momento falei para o rapaz: a Adriana deve estar super molhadinha e louca para dar uma trepada. Acho que ela iria querer mais um. Queria amor? perguntei para ela. Ela falou: para amor, vai deixar o rapaz sem graça. Falei então: Carlos, vc teria coragem de transar com ela?? O Carlos nada inibido disse: é claro! Disse então: Aí Adriana, o Carlos tá doido para meter na sua bucetinha. Vamos?? Ela só deu uma risada e disse: vamos para o apartamento. Andamos até o hotel e deixei o Carlos dando a mão para ela e se pegando quando entrou no elevador. Foram se beijando até chegar no nosso andar. Entramos no apartamento e os dois continuaram a se beijar. A Adriana já passava a mão por cima da calça do Carlos enquanto o Carlos a alisava toda. Bunda , seios e bucetas naquele momento já estavam nas mãos do Carlos que não aguentando abriu a calça e colocou seu pau para fora com a Adriana já alisando e punhetando. O pau do Carlos era roliço e deveria ter uns 20 cm, um pouco menor que o meu. Mas perfeito para Adriana pois ela me disse que nunca gostou de pau muito grande. Os dois então se dirigiram para o chuveiro e lá continuaram o rala e rola. Eu fui para cama e só fiquei ouvindo os dois namorando no chuveiro. Como estavam demorando resolvi ir ver o que os dois faziam e fui dai que vi a Adriana chupando o pau do Carlo de ponta a ponta e às vezes engolindo quase tudo. Falei para os dois: vamos para cama. Os dois não perderam tempo e caíram na cama já se chupando. Hora a Adriana chupava o Carlos hora o Carlos chupava a buceta da minha esposa. Estava com muito tesão e queria entrar no meio para brincar juntos mas pensei comigo que poderia estragar o momento e os deixei treparem sozinhos por um bom tempo. Chegou a hora da penetração..Foi aí , enquanto Carlos pegava e colocava a camisinha , que a Adriana me chamou para meter um pouco para ver como estava a buceta dela. Vem João, vem aqui ver como está minha buceta que vou dar para o Carlos daqui à pouco. Não perdi tempo e fui logo colocando meu pau na buceta da Adriana que realmente estava encharcada. Ela bem safada disse: Vc não queria me ver dando para ele?? Aí seu corno, vc vai ver como sua esposa é puta. Vou dar para ele bem gostoso na sua frente e vou gozar que nem uma puta de zona. Disse então: faz isso mesmo para seu corno ver. Lá vem o Carlos de pau encapado louco para comer a buceta virgem para outro até então da minha esposa. Disse vai Carlos, como a buceta da Adriana como se fosse uma putinha de zona. Adriana bem gostoso como vc sabe dar. Então o Carlos pegou seu pau e colocou bem na porta da buceta da minha esposa que já estava de pernas abertas esperando a pica do seu amante do dia. Aos pouco ele foi colocando todo pau dentro dela e em pouco tempo colocou tudo. Fazendo então o movimento de vai e vem na buceta dela. Pronto! Estava consumado. A Adriana a partir daquele momento levou a primeira pica após o casamento que não fosse minha. E como era bom ver a Adriana ser devorada pelo Carlos e gozar como louca. Chamava o Carlos de gostoso , pauzudo, safado, tarado e pedia para socar mais. O Carlos a colocou de quatro e bombou com força naquela buceta que de tanto encharcada fazia barulho. Depois a Adriana cavalgou bem gostoso e quase no fim , ainda em cima, puxou o pau para fora deu uma boa pincelada em sua buceta para molhá-lo , colocou na porta do cuzinho e foi descendo bem devagar. Safada, falei… ela olhou para trás para mim, sorriu e perguntou: gostou?? Falei: Safada , vc é muito puta.. Ela então desceu até o talo e depois subiu.. E novamente se virou para mim e disse: olha João, como sua esposa dá gostoso para outro macho. É isso que vc queria, é isso que vc tem. Sua esposa dando para outro bem na sua frente. E continuo subindo e descendo na vara do Carlos.. Carlos ameaçou gozar e ela percebendo parou e disse ao Carlos para não gozar no cú dela pois ela queria chupar sua porra. Que era para ele avisar quando iria que ela iria cair de boca. Nossa! A Adriana nunca esteve tão tarada como estava. Não estava nos meus planos ver a Adriana chupando porra de outro. Mas aquilo me deu tesão e fiquei ansioso em ver a cena. A Adriana fazendo que nem faz comigo. Os dois continuaram. Só que o Adriana já estava de 4 com o Carlos por trás dela socando ainda no cuzinho. O Carlos, estava literalmente se soltando, pois até então estava meio acanhado em falar algo relacionado a mim. Foi então que ele disse: João, tá gostando de ver sua esposa sendo enrabada por mim? Disse: Vc é um bom comedor. Tô aqui apreciando vc socar nela pois ela merece. Ele então a chamava de puta.. Minha puta casada e socava com força naquele cú já todo arregaçado. Foi então que ele disse para Adriana: Vem putinha, vem receber leitinho. Ela não perdeu tempo. Ele tirou o pau do cu dela e a camisinha e ela abaixou a sua frente metendo a boca no seu caralho. Mamou até que a porra começou a escorrer pelos cantos da boca da Adriana e sua boca encher dela. A Adriana fez então o mesmo que fazia comigo ao cuspir a porra e depois chupar novamente até engolir tudo. O Carlos saiu para ducha e a Adriana ainda queria mais. Foi então que ela partiu para cima de mim e já foi logo agradecendo e dizendo: obrigado amor por ter me deixado dar para outro macho! Tô muito satisfeita , com a buceta e cu arregaçado e com minha boca cheia de porra do Carlos. Vem aqui sentir como está minha buceta e meu e enche vc também minha boca de porra. Comecei a meter na Adriana enquanto o Carlos se banhava. Senti a sua buceta encharcada e seu cu bem arregaçado. Nisso chega o Carlos do banho e começa a apreciar a puta que tinha lhe dado agora com seu marido corno trepando. A Adriana , safada, rebolava no meu pau para que o Carlos sentisse tesão e o incentivasse a voltar para cama com a gente. Foi até que o Carlos não resistiu ao ver a Adriana que cavalgava sobre mim com o pau no cu tirá-lo e fazer sinal para o Carlos meter bem gostoso. O Carlos já com o pau encapado passou um pouco de saliva na ausência do gel e meteu aos poucos. Fizemos uma ótima dp por uns bons minutos. Mas meu sonho sempre foi ver dois paus na buceta da Adrina numa dpv. Falei com os dois: vamos tentar uma dpv. A Adriana então mudou de posição sentando de costas para mim com o pau na buceta e o Carlos pela frente foi introduzindo o pau junto com o meu. O problema era a ausência de gel que dificultou no início mas com o passar do tempo a lubrificação natural da buceta da Adriana facilitou tudo. Eram dois paus num buraco só. A Adriana berrava nos dois paus e nos chamava de tarados, putos.. me comem meus machos. Quero sentir vcs dois e depois beber mais da porra de vcs. Chegava o gran finale. Todos cheio de tesão e depois de muitas gozadas da Adriana preparamos a esporrada final da sua boca. Ela que nem um bezerra se ajoelhou e abriu a boca para levar porra e mais porra…. Foi primeiro o Carlos, já pela segunda vez, que gozou e ela mamou como sempre mamava. Depois fui eu esporrar com fartura de tanto tesão pela primeira vez na boca da Adriana que então brincava com a porra do Carlos olhando para mim para me provocar. Uauuuuu!!! Gozei muito. Toma porra sua puta , sua piranha.. Bebe meu leite e o do Carlos junto… Ela mamava meu pau e olhava cada vez mais para mim com aquela cara de puta. Que delícia!! O Carlos deve ter imaginado: nossa que mulher mais safada e gostosa!! Por fim encerramos nossa brincadeira e fomos para o chuveiro. Lá ela hora beijava o Carlos hora me beijava. Deitamos um pouco na cama e fomos nos despendido do nosso amigo. Como relatado no princípio, pensávamos que não iríamos mais vê-lo. Que seria apenas uma aventura com um desconhecido e acabou. Mas engano nosso. O Carlos veio em nossa cidade nos visitar e repetimos quase tudo novamente pelos 3 dias em que ficou aqui. Foi tudo maravilhoso! Tão maravilhoso que morri de tesão só de relembrar tudo novamente ao descrever essa aventura. Quero mais! rsrs

8 thoughts on “Como é bom dividir a esposa!

  1. Bom dia João muito bom sua aventura com sua esposa tbm sou casado mas a minha não curt, eu já sai com um casal tbm em 2012.confesso q foi muito bom gostaria de saber mais de vcs. Se vc tiver zap ou Skype deixa pra mim no meu e-mail ([email protected]r), q entro em contato com vc pra sermos amigos

  2. Fazer dp numa mulher tesuda é delicioso, fica tudo apertado, os corpos gemendo, não tem como a mulher não gozar.
    Delicia de relato.Adoro mulher fogosa e safadinha na cama.Fiquei excitado com a história.Procuro mulher fogosa para deliciosos momentos de prazer sexual, para realizarmos fetiches.Se for casada e o marido quer vê-la transar com outro homem, cria uma excitação adicional
    Não quero e mail de homem sozinho, sexo virtual ou prostituição.
    Campinas, Sp capital , interior de sp e viajantes
    Tenho local para encontros sigilosos

  3. Marcela sou um coroa de pernambuco da pica grossa e bem cabeçuda e amo um cú de uma mulher e sou proficional em comer cú de mulher deixe seu contato casada gostosa.

  4. Muito bom esse conto seu, João já fui a casa de swing onde tudo acontece,mas o meu grande sonho é ver minha esposa em um motel com outro homem,transando a noite toda ser chamado de corno o homem dominando a minha esposa na cama,comendo sua buceta e o cuzinho e fazer ela gozar e ela me chama de corno, umas das melhores cenas é ver seus mulher de quatro com outro homem, parabéns pelo seu relato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *