Comendo a Faxineira

Moro em uma casa de 460 metros quadrados (em Pelotas, como aqueles que já leram meus contos já sabem); Uma vez por semana vai uma faxineira para auxiliar a doméstica na limpeza “mais grossa”; Patrícia, a faxineira, deve ter uns 30 anos; é baixinha, um pouco feia de rosto mas conta com um corpo gostoso. Ela tem seios grandes, cintura moldada e a bunda também avantajada.

Numa das primeiras vezes em que ela começou a frequentar minha casa para fazer o serviço de faxina (isso há mais um menos meio ano), não sabendo que ela já estava em minha casa, eu desci apenas de cueca para passar uma camisa e me topei com ela na área de serviços. Fiquei assustado e com vergonha (ela também) e pedi desculpas. Logo subi, me vesti e sem mesmo fazer o dejejum, fui trabalhar.

Continue lendo Comendo a Faxineira…

Curto usar calcinha

Venho fazer um relato real e essa e minha primeira vez então me desculpe se não fica muito bom.

Desde meus 13 anos sempre tive uma leve queda por calcinhas, elas sempre me chamaram a atenção pelas diversas cores e estampas, quando minha prima saia ficava olhando as calcinhas dela, só que tinha medo de usar uma calcinha e alguém acabar vendo, um belo dia que não tinha ninguém em casa acabei tomando coragem e experimentando, nossa foi uma sensação de outro mundo, nunca havia imaginado que algo simples poderia despertar um tesão. Com isso foi virando hábito e sempre que tinha uma oportunidade usava e me masturbava, no banheiro, no quarto e no quintal. Hoje sou maior de idade e ainda uso calcinhas, acho muito confortável, bonitas e dão um tesao. Ultimamente tenho sempre usado, pra trabalha, sai, ultimamente quando saiu quando alguma mulher vou usando uma calcinha mas não deixo que role um sexo ou algo mais íntimo por medo da reação dela ou o que vai achar, e em casa fico de bermuda mais sempre de calcinha.

Continue lendo Curto usar calcinha…

Negra, casada e muito gostosa

Tudo ocorreu quando mudamos o escritorio para um prédio novo, pois sou advogado, e sou noivo, no prédio pra onde mudamos eu e meu sócio, no andar de baixo, havia um salão de beleza, onde trabalha uma morena escultural, ela é manicure, mulher linda de 1.65 mais ou menos, negra seios médios deliciosos e uma bunda maravilhosa redondinha e no tamanho ideal, como nos viamos todo dia, pois a entrada do prédio é ao lado do salão, ela passou a me olhar e eu reciprocamente olhei, pouco mais de um mês que estavamos nessa troca de olhares ela veio trazer a fatura do condominio, então conversamos por cerca de cinco minutos, o suficiente para saber que ela era casada, mesmo assim ela se mostrou muito excitada em estar conversando comigo, fato que me levou a beija-la, a linda negra não esbossou

Continue lendo Negra, casada e muito gostosa…

A dentista insaciavel

Ola, sou um homem casado, tenho 27 anos, 1,95m, 90kg, moreno claro, este relato aconteceu de fato no começo desse ano (2006). QUando eu e minha mulher fomos a uma dentista na cidade que moramos, Uberlandia, MG, como não conheciamos nenhum profissional dessa area, fomos logo na primeira que achei na lista. Chegamos para consultar juntos, entramos e conhecemos a Dra. Paula, aparentemente muito seria, até pegar na minha mão e sentir o meu calor. Naquele dia tudo foi tranquilo, conversamos sobre o que seria o trabalho dela e marcamos as consultas para a proxima semana. Como minha mulher estuda a tarde nossas consultas não foram no mesmo
Continue lendo A dentista insaciavel…

Cunhadiha gostosa

Eu e minha esposa moramos no litorial paulista numa linda casa de praia em Ubatuba. Certo dia minha esposa veio me falar que a irmã dela Paola iria passar uns dias la em casa. Fazia tres anos que não a via, ela morava na europa. E quando minha esposa disse que Paola estava vindo, na hora lembrei dela que na epoca tinha 20 anos e estavamos numa festa de familia, ela estava deliciosa eu tinha bebido e num momento que estava so com ela, não me contive e encoxei na bundinha dela e coloquei minha mão no peito dela.
– Paola não aguento mais de tesão, quero te fuder todinha!
Ela se virou rapidamente me afastou.

Continue lendo Cunhadiha gostosa…

Lavando o carro e metendo

Me chamo Ana e namoro com Eric há pouco mais de um ano… Eric é o homem mais tarado que já conheci nessa minha vida (e olha que não foram poucos…). Está sempre com vontade de fuder, em qualquer lugar e a qualquer momento! Sempre que chego perto, seu corpo já responde e seu pau fica imediatamente duro, me querendo. É um sábado de sol e resolvemos lavar o meu carro. Feriado de finados e, por conta disso, minha mãe e todos da casa saíram para irem à igreja, deixando-nos a sós enquanto lavamos o carro no quintal enorme da minha casa. Eu visto uma bermuda cinza, um pouco acima do joelho, que, por ser de malha, marca perfeitamente a minha bunda enorme e divide descaradamente a minha buceta. A blusa é preta com as costas todas em renda. Eric com uma bermuda preta e camiseta da mesma cor lava o

Continue lendo Lavando o carro e metendo…

Casada rabuda curiosa no anal

Mais um conto depois de muito tempo, eu não ando muito com tempo, mais devido a pedidos, vou publicar umas aventuras minhas… Minha preferência por mulheres são as gordinhas ( eu amo e sou tarado). vamos começar:

Em 2015 eu trabalhava em uma empresa de de distribuição aqui em Teresina, eu era supervisor, e comandava uma turma de funcionários, tinha homens e mulheres, mais nada que chamasse atenção nas mulheres…

Um belo dia umas das funcionarias por motivo de mudança de cidade teve que sair, pediu as contas. No outro dia a minha gerente já pôs outra funcionaria, amiga dela, Simone (ficticio) uma gata! aproximadamente 1.70m uns 60 kg e uma bunda descomunal parecia aleijada, um quadril largo… um tesão de mulher, só que casada.

Continue lendo Casada rabuda curiosa no anal…